Meus sinceros votos de sucesso a todos os prefeitos #2013

sol nascenteNeste 1º de janeiro de 2013 centenas de prefeitos assumem seus cargos eletivos em todo o Brasil. Quero parabenizar aqueles que entregam seus cargos e desejar um bom trabalho à aqueles que assumem a partir de hoje as prefeituras deste país assumindo um compromisso com cada brasileiro.

Meu gabinete estará aberto para a visita de cada prefeito, vice prefeito e vereador gaúcho que vai para Brasília em suas buscas incessantes por recursos para suas cidades e seu povo.
Aos eleitos pelo Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) que vem somar força em nossa caminhada em defesa do trabalhador do Brasil meus votos de sucesso no cumprimento de suas tarefas e projetos de acordo com a honestidade e transparência.

Anúncios

Programa de Recuperação de Solo beneficiará 20 mil produtores

Hoje (29) subi à tribuna do Plenário Ulysses Guimarães para chamar a atenção sobre o programa de recuperação de solos e correção da acidez do solo com calcário do Governo Tarso Genro no Rio Grande do Sul.

Esta ação beneficiará 20 mil pequenos e médios produtores de 100 municípios das regiões Centro Serra, Alto Butucaraí e Metade Sul . Com a participação dos governos Federal, Estadual e Municipal e o apoio da iniciativa privada o programa vai distribuir até 5 toneladas de calcário por propriedade, serão investidos 30 milhões, sendo R$ 15 milhões do governo Federal , R$ 10 milhões do governo Estadual e R$ 5 milhões dos governos municipais.

Destinei  diversos recursos através de emendas individuais para potencializar esta ação e alcançar pequenos agricultores estabelecidos nos municípios das regiões norte e noroeste do Rio Grande do Sul.

Em nosso Estado, cerca de 100 mil propriedades rurais têm sofrido nos últimos anos com estiagens e temporais que estão gerando impactos negativos ao potencial econômico reduzindo as condições de subsistência e manutenção operacional desses pequenos agricultores.

Se a plantação for feita em uma terra desgastada por uso impróprio do solo a produção será menor.  Com a utilização do calcário para a correção da acidez do solo, combinada com uma adubação adequada, pode proporcionar ganhos de até 5 vezes mais na produtividade das pastagens e dobrar a produtividade das lavouras de grãos.

O programa do governo do RGS prevê a correção de até 100 mil hectares de terras com utilização de 500 mil toneladas de calcário. Conforme o secretário de agricultura do RS Luis Fernando Mainardi o programa será desenvolvido em parceria com os municípios, deverá ser monitorado pela  Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária – FEPAGRO com o objetivo de apurar os reflexos que serão sentidos a partir de sua implantação e também para monitorar sua correta aplicação.

A minha emenda possibilita ampliação no numero de toneladas de calcário disponibilizadas para este fim e dessa forma um maior numero de propriedades beneficiadas. No final desta etapa ,a partir do acompanhamento técnico, o programa vai mensurar os efeitos da prática do aumento da produtividade e confirmar a validade da correção de solos para o aumento da produção.

Cumprimento o Governador Tarso Genro pela visão e pela iniciativa e aproveito a oportunidade para me disponibilizar para auxiliar no que for necessário no sentido que este extraordinário programa seja ampliado. Se o pequeno agricultor for amparado pelo governo ele vai continuar na sua propriedade produzindo alimento e cooperando para o desenvolvimento do Rio Grande do Sul.

#Colono e #Motorista: Meu reconhecimento! Parabéns pelo seu #dia!

Esta é minha homenagem à aqueles que são responsáveis pelos alimentos em nossas mesas.

O colono que produz sob tempo bom ou tempo ruim e o motorista que transporta por estradas muitas vezes perigosas deixando a própria família a sua espera.

Todos os dias estes profissionais devem ser lembrados e reconhecidos e hoje NO DIA DO COLONO E MOTORISTA quero prestar minha homenagem!

Parabéns a estes trabalhadores do campo e da estrada pelo excelente trabalho prestado ao Brasil!

#Suinocultura em #crise: o drama dos produtores mercado e preço

Agricultura anuncia R$ 200 milhões em crédito especial para suinocultura

As regiões norte e noroeste do estado (RS) estão sendo as regiões mais prejudicadas, além da crise no setor, ainda existe a forte seca que tanto prejudicou a agricultura nos ultimos meses.
Todos os setores da economia do país merecem e tem o direito à assistÊncia do governo, não seria o setor agricola que ficaria de fora, ainda mais em meio a tanta crise e individamento dos agricultores. Os suinocultores precisam de incentivo para continuar produzindo neste segmento tão rentável.
imagem

O ministro da Agricultura, Mendes Ribeiro Filho, anunciou nesta quinta-feira (12) linha de crédito especial no valor de R$ 200 milhões para a aquisição de leitões ao preço de R$ 3,6 o quilo. O financiamento pode ser acessado por produtores, agroindústrias, cooperativas e varejistas, com juros de 5,5% ao ano.

O ministério informou que as dívidas de custeio vencidas ou com vencimento até janeiro de 2013 serão prorrogadas. Já as parcelas de investimento serão adiadas por um ano após o vencimento da última mensalidade. De acordo com a pasta, para a retenção de matrizes por produtores independentes, o Plano Agrícola e Pecuário 2012/2013 aumentou o valor limite de R$ 1,2 milhão por produtor para R$ 2 milhões, com prazo de pagamento mantido em até dois anos e juros de 5,5% ao ano.

Também foi disponibilizada uma linha especial de crédito para compradores de suínos vivos a R$ 2 o quilo. O setor terá uma linha de crédito para financiamentos fora do sistema bancário, contraídos em cooperativas, cerealistas, fornecedores de insumos e tradings (empresas de comércio exterior). As medidas de socorro à suinocultura já haviam sido parcialmente antecipadas pelo ministro na última terça-feira (10), após reunião com a bancada ruralista do Congresso Nacional. Durante audiência pública na Comissão de Agricultura do Senado hoje, ele confirmou problemas no setor.

“Percebemos que a crise estava chegando e tentamos começar a agir, mas esbarramos em dificuldades”, explicou. Mendes Ribeiro informou que o governo da Albânia decidiu hoje reabrir o mercado de suínos provenientes do Brasil e que, ainda este mês, uma missão russa virá ao país visitar frigoríficos. Representantes de suinocultores, entretanto, demonstraram insatisfação diante das medidas anunciadas pelo governo federal. O presidente da Associação Brasileira de Criadores de Suínos, Marcelo Lopes, cobrou que seja estabelecido um preço mínimo para a carne suína.

“Tenho certeza de que o ministério tem condições para isso e, se houver vontade política, seremos atendidos no dia de hoje”, disse. “Em 2011, a suinocultura entrou em crise e, desde lá, não conseguimos sequer pagar o custo”, completou, ao cobrar mais medidas do governo federal. A entidade promove hoje uma série de atividades em Brasília em defesa de melhorias no setor. O presidente da Associação Brasileira da Indústria de Produtores e Exportadores de Carne Suína, Pedro de Camargo Neto, lembrou que o Brasil é um dos maiores produtores de carne suína em todo o mundo e disse que isso exige uma atuação forte e eficiente do Poder Público. “Infelizmente, isso ainda não temos”, avaliou. Pouco antes do final da audiência pública, Mendes Ribeiro informou que vai receber as líderes do movimento de suinocultores às 14h30min no ministério.
fonte:  Jornal do Comércio

assista a reportagem do Bom dia Rio Grande de hoje:

http://www.portaldoagronegocio.com.br/conteudo.php?id=42397