Programa de Recuperação de Solo beneficiará 20 mil produtores

Hoje (29) subi à tribuna do Plenário Ulysses Guimarães para chamar a atenção sobre o programa de recuperação de solos e correção da acidez do solo com calcário do Governo Tarso Genro no Rio Grande do Sul.

Esta ação beneficiará 20 mil pequenos e médios produtores de 100 municípios das regiões Centro Serra, Alto Butucaraí e Metade Sul . Com a participação dos governos Federal, Estadual e Municipal e o apoio da iniciativa privada o programa vai distribuir até 5 toneladas de calcário por propriedade, serão investidos 30 milhões, sendo R$ 15 milhões do governo Federal , R$ 10 milhões do governo Estadual e R$ 5 milhões dos governos municipais.

Destinei  diversos recursos através de emendas individuais para potencializar esta ação e alcançar pequenos agricultores estabelecidos nos municípios das regiões norte e noroeste do Rio Grande do Sul.

Em nosso Estado, cerca de 100 mil propriedades rurais têm sofrido nos últimos anos com estiagens e temporais que estão gerando impactos negativos ao potencial econômico reduzindo as condições de subsistência e manutenção operacional desses pequenos agricultores.

Se a plantação for feita em uma terra desgastada por uso impróprio do solo a produção será menor.  Com a utilização do calcário para a correção da acidez do solo, combinada com uma adubação adequada, pode proporcionar ganhos de até 5 vezes mais na produtividade das pastagens e dobrar a produtividade das lavouras de grãos.

O programa do governo do RGS prevê a correção de até 100 mil hectares de terras com utilização de 500 mil toneladas de calcário. Conforme o secretário de agricultura do RS Luis Fernando Mainardi o programa será desenvolvido em parceria com os municípios, deverá ser monitorado pela  Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária – FEPAGRO com o objetivo de apurar os reflexos que serão sentidos a partir de sua implantação e também para monitorar sua correta aplicação.

A minha emenda possibilita ampliação no numero de toneladas de calcário disponibilizadas para este fim e dessa forma um maior numero de propriedades beneficiadas. No final desta etapa ,a partir do acompanhamento técnico, o programa vai mensurar os efeitos da prática do aumento da produtividade e confirmar a validade da correção de solos para o aumento da produção.

Cumprimento o Governador Tarso Genro pela visão e pela iniciativa e aproveito a oportunidade para me disponibilizar para auxiliar no que for necessário no sentido que este extraordinário programa seja ampliado. Se o pequeno agricultor for amparado pelo governo ele vai continuar na sua propriedade produzindo alimento e cooperando para o desenvolvimento do Rio Grande do Sul.